Caso ABC: filha se cala e polícia pede prisão de outro suspeito

As suspeitas, que se dizem inocentes, só vão falar em juízo. Polícia ainda apura a participação de outras quatro pessoas

atualizado 03/02/2020 21:40

O caso da família encontrada carbonizada dentro de um carro na cidade de São Bernardo do Campo, na região do ABC, Grande São Paulo, ganhou atualização durante esta segunda-feria (03/02/2020). A Polícia Civil pediu a prisão temporária de um terceiro suspeito. O homem teria ajudado Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e Carina Ramos, de 31, a matar família a pauladas na madrugada do dia 28 de janeiro. As informações são do R7.

Agora a Justiça deve decidir se decreta a prisão do suspeito. A polícia ainda apura a participação de outras quatro pessoas na morte do casal Romuyuki e Flaviana Gonçalves e do filho mais novo deles, Ruan Gonçalves.

O depoimento das suspeitas
Durante a tarde desta segunda-feira (03/02/2020), a Polícia Civil ouviu novo depoimento de Ana Flávia Gonçalves, filha do casal encontrado carbonizado no ABC, e da namorada dela, Carina Ramos, para esclarecer dúvidas dos investigadores. Porém, elas permaneceram caladas.

A defesa das suspeitas afirmou que elas só vão falar em juízo. As jovens continuam alegando que são inocentes no assassinato da família.

Últimas notícias