Casal visitou Capitólio dia antes de tragédia: “Era pra ser a gente”

Rafael e Karina foram com a mesma empresa de lanchas que está com funcionários desaparecidos e quase adiaram passeio para o dia seguinte

atualizado 09/01/2022 9:23

Rafael Evaristo, Arquivo Pessoal

Um casal de Santa Catariana esteve na sexta-feira (7/1) no mesmo local onde uma rocha se desprendeu e causou a morte de pelo menos sete pessoas em Capitólio (MG) nesse sábado (8/1). Eles ainda se surpreendem em pensar que poderiam estar entre as vítimas, já que quase adiaram o passeio para o mesmo horário do acidente em razão da chuva.

O dentista Rafael Evaristo Ferreira dos Santos, de 35 anos, e a esposa Karina Roczanski, 28, moram em Indaial e estão em uma viagem de férias com a filha Isis, de nove meses, além de outros quatro parentes.

Na última sexta-feira, Rafael e Karina chegaram aos cânions de Capitólio pela manhã, enquanto os demais integrantes da família ficaram no hotel. A ideia era fazer o passeio no horário das 10 horas – havia outra saída prevista para 15 horas. Como chuviscava, a empresária sugeriu ao marido que deixassem o trajeto de lancha para o dia seguinte.

“Falei bem veementemente para ela que se fosse no outro dia não iria mais porque lá ficava longe do hotel. Foi uma coisa de Deus. A gente ainda não está acreditando porque era para ser a gente”, conta.

Leia mais no NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias