O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), defendeu o pai nesta sexta-feira (19/04/19). No Twitter, ele reclamou de ataques ao chefe do Palácio do Planalto e disse que as tentativas de enfraquecê-lo ocorrem por diferentes vias.

 

“Mais uma clara tentativa de enfraquecer o Presidente Bolsonaro e as redes sociais, agora por outras vias. Xingue-o, minta e convença-o a não revidar. Isso é amizade? A quem interessa esse jogo? Quem coloca isso na mesa do Presidente? Eu não sei, mas ao Brasil não é!”, escreveu.

Ele afirmou que é necessário revidar, caso seja acusado. “Tudo é muito mais que dinheiro. Se for desrespeitado, revide! Nunca deixem te convencer que você é um bichinho do sistema”, completou. O vereador aconselhou seus seguidores a praticarem o respeito para alcançar a liberdade. “É simples: basta respeitar e será respeitado e segue a liberdade necessária, o resto é jogada de malandro”, finalizou.

Na publicação, Carlos Bolsonaro não deixa claro qual acusação contra o presidente o levou a defender o pai nas redes sociais. Antes de publicar o desabafo, ele postou uma foto que diz que, apesar de ter sido acusado de ser uma pessoa violenta, Bolsonaro reduziu em 25% o número de assassinatos no Brasil.

O presidente chegou a dizer que o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e a flexibilização do porte de armas teriam ajudado a atenuar a violência e melhorar os índices.