Caged aponta que Brasil criou 313 mil empregos formais em setembro

Os números do período são resultado de 1.379.509 contratações e 1.065.945 demissões registradas no mês

atualizado 29/10/2020 17:29

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério da Economia divulgou, nesta quinta-feira (29/10), dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os números apontam que o Brasil abriu 313.564 vagas de emprego com carteira assinada em setembro.

Esse é o terceiro mês seguido de saldo positivo, depois dos mais de 244 mil postos de trabalho formais criados em agosto. Em 2020, porém, o balanço ainda é negativo: nos nove primeiros meses do ano, o país registrou 558.597 demissões.

Os números de setembro são resultado de 1.379.509 contratações e 1.065.945 demissões registradas no mês. Com isso, o estoque de empregos formais no Brasil chegou a 38.251.026, o que representa aumento de 0,83% em relação ao balanço de agosto.

Mais cedo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, havia dito que a retomada econômica no Brasil está “surpreendendo o mundo” – sem citar qualquer avaliação externa específica para embasar a avaliação – e tem sido possível graças aos esforços conjuntos dos três poderes.

Últimas notícias