Cachorro matou gêmeas recém-nascidas por ciúmes dos donos, diz polícia

Familiares acreditam que o animal tenha se sentido excluído após a chegada das irmãs; elas tinham apenas 26 dias de nascidas

atualizado 02/07/2020 17:43

Meninas mortas por cachorroArquivo Pessoal

Informações contidas no relatório policial, divulgado nesta quinta-feira (02/07), apontam que o cachorro que matou duas irmãs gêmeas recém-nascidas agiu por “ciúmes dos donos”. As informações são do iG. 

A mãe das vítimas, Elaine Novais, de 29 anos, afirmou que deixou os bebês sozinhos no quarto para dormir, enquanto ela conversava com uma vizinha. Momentos depois, ela ouviu o choro das crianças e quando chegou no aposento teve que arrancar o animal de cima dos bebês. 

Um vizinho auxiliar de enfermagem chegou a ajudar a família, mas as crianças não resistiram aos ferimentos. De acordo com o relatório, as vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal Maria Pedreira Barbosa, onde foram declaradas mortas.

Entenda

Duas irmãs gêmeas, de 26 dias, morreram na última terça-feira (23/06), em Piripá (BA), depois de serem atacadas pelo cachorro da família. O animal era mistura de labrador com foxhound.

O cachorro vivia com o casal há 5 anos e vizinhos relataram que ele era dócil. Entretanto, familiares acreditam que ele tenha se sentido excluído após a chegada das irmãs.

Últimas notícias