A Vale fechou nesta quinta (21) o primeiro acordo com um familiar afetado pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Nathaly Emanuelle da Silva Maia, filha de Renato Rodrigues Maia, ex-empregado da Vale e vítima da tragédia, receberá da empresa R$ 300 mil em uma única parcela. O montante será pago até o dia 20 de março. As informações são da coluna Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo desta quinta-feira (21/2)

O valor se refere a danos morais e quitação de todas as possíveis obrigações. “O montante obedece rigorosamente o valor que a Vale tem defendido, que é muito acima do valor do teto fixado pela reforma trabalhista e também da média encontrada na jurisprudência”, diz Maurício Pessoa, advogado da mineradora.

Segundo ele, esse acordo “confirma o compromisso público da Vale de uma rápida, devida e justa reparação”.