Bolsonaro nomeia professora ligada ao PT para reitoria da UFG

Presidente contrariou resultado das eleições, não nomeou a mais votada e escolheu umas das maiores críticas ao governo dele na universidade

atualizado 11/01/2022 10:30

Angelita Lima, UFG, GoiásReprodução

Goiânia – O presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou a professora Angelita Pereira de Lima, que é ligada ao PT, para ser a nova reitora da Universidade Federal de Goiás (UFG). A nomeação foi publicada, nesta terça-feira (11/1), no Diário Oficial da União (DOU).

A expectativa era de nomeação da atual vice-reitora, Sandrama Matias Chaves, que foi eleita pela comunidade acadêmica no ano passado e não é militante de esquerda. Angelita é diretora reeleita da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da UFG.

Além de Angelita e Sandramara, a professora Karla Emanuella, que é do PSOL, integraram a lista tríplice enviada ao Ministério da Educação (MEC).

Crítica ferrenha ao governo Bolsonaro, Angelita terá de assumir o reitorado, pois, caso contrário, o MEC nomeará um interventor para a universidade, o que é considerado como o pior cenário pela comunidade acadêmica da UFG.

Nomeação Angelita Lima
Nomeação Angelita Lima

Mais lidas
Últimas notícias