Bolsonaro lamenta acidente com barragem e decide ir a Brumadinho

O presidente se pronunciou nas redes sociais e disse que a maior preocupação agora é com as vítimas

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 25/01/2019 20:46

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) lamentou nas redes sociais o acidente com a barragem da Vale na Mina Feijão, em Brumadinho (MG). Ele disse que a “maior preocupação neste momento é atender eventuais vítimas desta grave tragédia”.

Bolsonaro solicitou aos ministros de Desenvolvimento Regional, do Meio Ambiente e de Minas e Energia, além do secretário Nacional de Defesa Civil que desloquem até a região atingida.

Gabinete de crise
O governo montou um gabinete de crise no Palácio do Planalto para acompanhar o desastre do rompimento da barragem da Vale. O gabinete vai juntar ministros relacionados ao tema: de Minas e Energia, Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional.

Acredita-se que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, se juntará ao grupo. O presidente Jair Bolsonaro está reunido neste momento com vários ministros para determinar as primeiras ações e equipes técnicas serão deslocadas para a região.

O porta-voz do governo federal, general Rêgo Barros, informou que o presidente irá a Brumadinho neste sábado (26/1) pela manhã.

Últimas notícias