“Batia em tudo, porque estava bêbado”, diz criança agredida pelo pai

Segundo a PM, os filhos pediram ajuda em um condomínio de luxo de Goiânia. Segundo a menina, o pai batia com cinto e queimava com cigarro

atualizado 24/07/2021 14:29

goias crianças pedem socorro apos agressoes do paiDivulgação/PMGO

Goiânia – Duas crianças, uma menina de 7 anos e o irmão, de 9, fugiram de casa, na capital goiana, andaram cerca de 1,5km e pediram socorro na portaria de um condomínio de luxo, após relatos de agressão. O pai deles, de 38 anos, acabou preso suspeito de cometer as sessões de violência.

O caso aconteceu na tarde dessa sexta-feira (23/7). Segundo informações da Polícia Militar de Goiás (PMGO), as duas crianças apresentam vários hematomas pelo corpo, inclusive de queimaduras de cigarro, e apanhavam com um cinto de borracha.

Em vídeo gravado na delegacia, a menina conta que as agressões aconteciam quando o pai estava bêbado. “Ele batia nas pernas, batia aqui, batia nos meus braços, em tudo. Porque estava bêbado”, disse.

Veja o vídeo:

Conforme a corporação, as crianças moram com o pai no Setor Chácara do Governador e andaram até o Condomínio Jardins Verona, onde os seguranças do local acionaram a corporação.

Ao portal G1, o cabo da PMGO Leandro Luis, que participou da ocorrência, informou que as crianças relataram as agressões na portaria do condomínio. Após a chegada dos policiais, elas indicaram o local onde moram, mas o pai não estava no local, pois havia saído para almoçar.

0

“Ficamos lá e, logo depois, ele apareceu e foi preso em flagrante. Para a gente, negou que agride os filhos”, afirmou o cabo.

O pai e as crianças foram levadas à Central de Flagrantes, onde prestaram depoimento.

Últimas notícias