Avenida Paulista amanhece com a pintura #Vidas Pretas Importam

Ato de protesto contra o racismo foi realizado na madrugada de sexta para sábado (21/11) com o apoio de autoridades paulistanas

atualizado 21/11/2020 10:19

pintura perto do maspReprodução/GloboNews

São Paulo – Um coletivo de artistas da capital paulista passou a noite de sexta para sábado (21/11) pintando na principal avenida da cidade a mensagem que simboliza a luta contemporânea contra o racismo: Vidas Pretas Importam. A ação de protesto teve a concordância e até o apoio do poder público. Para que o Coletivo Arte 1 trabalhasse na Avenida Paulista em frente ao vão do MASP, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) fecharam o trânsito na via ao longo da madrugada.

O trabalho, que pode ser visto em imagem aérea registrada pela GloboNews (imagem em destaque), ficou pronto por volta das 5h da manhã deste sábado.

Partiu do mesmo local, na sexta (20/11), a 17º Marcha da Consciência Negra de São Paulo, que terminou em um protesto em uma unidade do Carrefour que foi depredada. Foi em uma loja da rede francesa que João Alberto Freitas, de 40 anos, um homem negro, foi brutalmente assassinado a socos por seguranças brancos na noite de quinta-feira (19/11).

0

O assassinato de Freitas iniciou uma onda de protestos pelo país. Além de São Paulo, foram registrados atos em unidades do Carrefour em Brasília, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Em São Paulo, manifestantes tinham como grito de guerra “não saquear” os produtos do mercado, apenas danificar o local. Em um momento houve um princípio de incêndio entre as gôndolas, mas seguranças e funcionários conseguiram controlar o fogo rapidamente.

Veja imagens dos protestos em unidades do Carrefour em São Paulo e no Rio de Janeiro:

Últimas notícias