Atleta paralímpico tem prótese de perna roubada e recorre a vaquinha online

Uma prótse nova custa cerca de R$ 50 mil, mas Sidnei Mendes aceita adquirir uma usada, que já tem um preço menor, entre R$ 15 mil e 20 mil

atualizado 03/08/2020 20:13

Reprodução

O atleta paralímpico Sidnei Ferreira Mendes teve sua prótese de perna roubada dentro de casa em Goiânia (GO), na sexta-feira (1/7), quando o portão foi arrombado. Ele contou que nada mais foi levado e que fez o registro de ocorrência na Polícia Civil através da internet. A informação é do jornal Extra.

O item que foi alvo dos ladrões, porém, lhe faz uma falta enorme. Devido ao alto custo, não é algo que possa substituir facilmente. Por isso, Sidnei criou uma campanha on-line no site da “Vakinha” para arrecadar o valor necessário.

Uma nova, ele explicou, custa cerca de R$ 50 mil, mas aceita adquirir uma usada, que já tem um preço menor, entre R$ 15 mil e 20 mil.

“Estou desesperado”, disse o atleta ao jornal Extra. Ele está sem treinos e competições já faz algum tempo. “Era o que me motivava viver melhor e com dignidade”, lamentou.

Sidnei contou ter perdido a perna direita após sofrer um acidente de moto quando trabalhava como garçom. “Preciso de qualquer ajuda possível pois já acredito que não recupero ela mais”, falou.

Últimas notícias