Atirador mata mãe e filha em aldeia indígena de MS

Família foi alvo de atentado na aldeia Taquaperi, em Mato Grosso do Sul. Mãe e filha morreram; menina de 12 anos ficou ferida

atualizado 25/07/2021 14:59

Reserva indígena TaquaperiReprodução

Um atentado a tiros na aldeia Taquaperi, da etnia Guarani Kaiowá, em Coronel Sapucaia, que fica na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, deixou duas pessoas mortas na madrugada deste domingo (25/7).

A mãe e uma filha, de 11 anos, morreram após serem atingidas pelos disparos, e a outra filha, de 12 anos, ficou ferida. As informações são do portal G1.

Segundo o delegado Edgard Punsky, a polícia foi chamada logo após o ataque a tiros e foi até a aldeia, com equipes do Samu e da perícia técnica.

Lá, os agentes confirmaram a morte de mãe e filha, e houve o resgate da menina de 12 anos, que estava ferida. Ela transferida a um hospital em Dourados.

O pai também estava na aldeia no momento do atentado, segundo relato do G1, mas conseguiu fugir do ataque.

A policia iniciou uma investigação para apurar as motivações do crime. Um líder da aldeia mencionou à polícia a possibilidade de o ataque ter relação com questões religiosas.

Últimas notícias