metropoles.com

“Aproveitem a vida”, diz carta deixada por influencer morto após reação alérgica

Brendo Yan estava internado desde o último sábado (22/4), após ter uma reação alérgica. Ele teve morte encefálica confirmada na quarta (26)

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Redes sociais
influencer morre apos comer bolinho de camarão
1 de 1 influencer morre apos comer bolinho de camarão - Foto: Reprodução/Redes sociais

O influenciador Brendo Yan, que morreu aos 27 anos após ter uma reação alérgica a camarão em Natal (RN), deixou uma carta de despedida antes da tragédia, na qual mandou um recado: “Aproveitem a vida intensamente”. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (28/4) pela esposa dele, Victoria Figueiredo.

De acordo com ela, não está claro quando exatamente o marido escreveu a carta. Mas o texto foi entregue por Brendo logo após o casamento deles, há um ano.

“O legado que ele deixou é o que fica. Que a gente viva intensamente, que a gente aproveite a vida intensamente, que a vida é uma só e a gente não sabe o dia de amanhã. E eu não sabia realmente o dia de amanhã. Se eu soubesse, eu teria aproveitado mais”, disse Vitoria.

“E é isso que ele vai deixar dentro de mim: que eu aproveite a vida, que eu curta a vida. Foi isso que ele me pediu na carta”, prosseguiu.

0

Além da mensagem de agradecimento, o influenciador teria deixado um pedido sobre como gostaria que fosse o próprio funeral, “caso chegasse o dia dele”. Por ser do candomblé, um dos desejos de Brendo Yan era de que todos estivessem de branco e também que houvesse um festejo.

O pedido foi atendido durante o cortejo e o sepultamento, na tarde dessa quinta-feira (27), no espaço Nana Banana na Redinha, bairro em que ele morava. A cerimônia contou com uma banda de frevo e um estandarte do Bloco do Anjnho, criado pelo influenciador no Carnaval deste ano.

Jovem morre após comer camarão. Saiba identificar alergias alimentares

Reação alérgica

O caso aconteceu no último fim de semana, em Natal (RN). O rapaz, que também trabalhava como assistente administrativo, comeu bolinhos de mandioca, que foram dados por um vizinho, que não sabia da alergia.

Segundo relato, a vítima não contou sobre o recheio de camarão e nem o casal perguntou o que havia na comida.

“Saímos pela manhã e à noite, quando chegamos em casa, tomamos banho, estávamos em uma chamada de vídeo com minha mãe e ele deu tchau e saiu da ligação. Quando desliguei, ele já tinha começado a comer o bolinho. Aí perguntei: ‘E o que tem dentro?’, e ele disse que era frango. Eu falei que tinha cheiro de peixe, mas realmente não tinha gosto nem cheiro de camarão, estava bem desfiado”, relatou a mulher.

Ainda segundo Victória, Yan começou a se sentir mal e, por isso, tomou um antialérgico em casa. A esposa correu para pedir ajuda aos vizinhos, e o jovem foi colocado em um carro e levado a um pronto-socorro. Já na unidade, teve uma parada e precisou ser reanimado.

No sábado (22/4), Brendo Yan foi encaminhado a uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e ficou intubado. No domingo (23/4), teve de ser transferido para o Hospital Memorial. A morte cerebral foi confirmada por meio de exames, conforme determina o protocolo.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações