Após restrições por causa da Covid-19, Chile reabre para brasileiros

Os visitantes terão que seguir normas rígidas, quarentena de sete dias, apresentar exame negativo para a doença e estar vacinado

atualizado 15/09/2021 13:19

santiago de chileIgnacio Palacios/Getty Images

O Chile reabriu as fronteiras para turistas brasileiros. Após interrupção por causa da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, viagens partidas de solo nacional serão aceitas a partir de 1º de outubro.

Contudo, apesar da liberação, os visitantes terão que seguir normas rígidas, como quarentena obrigatória, apresentar exame negativo para a doença e certificado de vacinação.

A quarentena de sete dias poderá ser feita no endereço que o viajante quiser, não mais nos hotéis de trânsito escolhidos pelo governo chileno.

Além disso, qualquer vacina aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) será aceita pelas autoridades sanitárias. No caso de imunizantes com duas doses, a segunda deve ter sido aplicada há mais de 14 dias.

Por determinação do governo chileno, somente os  aeroportos de Iquique, Antofagasta e Santiago (cidade na foto em destaque) estão recebendo estrangeiros não residentes no país.

O Chile se junta a nações como Estados Unidos, Argentina, Alemanha, Espanha, França, Portugal, Canadá, Cuba, México, Emirados Árabes, Líbano, Egito, Marrocos, entre outros, que impõem regras, mas aceitam visitantes brasileiros.

Últimas notícias