Anvisa determina apreensão de medicamentos falsificados; veja lotes

Agência identificou a venda ilícita do remédio Somatropina 20mg, utilizado no tratamento contra a deficiência do crescimento

atualizado 16/08/2022 16:02

ANVISA - Agência Nacional de VigilânciaRafaela Felicciano/Metrópoles

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão de lotes falsificados do remédio Somatropina 20mg, solução injetável, utilizado no tratamento contra a deficiência do crescimento.

As resoluções que determinam a apreensão dos medicamentos foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) no fim da semana passada e divulgadas nesta terça-feira (16/8).

O órgão regulador identificou, no mercado brasileiro, os seguintes fármacos com rótulos não originais, ou com lotes não reconhecidos pelos fabricantes:

  • Saizen (fabricante Merck S/A), somatropina, lote AB000569 (Alerta Rápido BR/ Falsificação/208.1.0); e
  • Norditropin (fabricante Novo Nordisk), somatropina, lote Lk96m38.

A Anvisa emitiu alertas rápidos para todas as denúncias recebidas e publicou medidas preventivas de apreensão, inutilização e proibição de comercialização, distribuição e uso dos produtos.

“A agência informa, ainda, que encaminhou dossiê de investigação sanitária à Polícia Federal, para auxílio nas investigações quanto às denúncias de falsificação”, informou o órgão.

0

Orientações

A autarquia recomenda que, caso desconfie da autenticidade do medicamento adquirido, o paciente entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor do fabricante para verificar se o produto é original.

“Os meios para contato com as empresas estão disponíveis na embalagem e na bula dos produtos. A própria empresa deve encaminhar as informações para a Anvisa, caso suspeite de falsificação”, informou o órgão.

Mais lidas
Últimas notícias