Aérea vai indenizar mãe e filha por cancelar voo com criança desacordada

Segundo TJMG, no pedido de indenização a mãe afirmou que ficou desesperada ao ouvir do piloto que o avião não decolaria

atualizado 18/12/2020 14:37

Avião no AeroportoMichael Melo/Metrópoles

Mãe e filha terão que ser indenizadas pela Companhia Panamena de Aviacion em R$ 8 mil cada. Dentro do avião para uma viagem ao México, já com embarque finalizado, uma mãe que viajava sozinha com sua filha de 6 anos deu a para a criança algumas gotas de medicamento para dormir, para a ajudar a menina durante o voo. Porém, a decolagem foi cancelada e os passageiros foram obrigados a desembarcar.

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a principal preocupação da mãe era como iria caminhar pelo aeroporto com uma criança grande e desacordada no colo.

Leia mais em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias