Advogado de jovem acusado de furto quer tratar do caso como racismo

Nesta quarta-feira (17/6), o verdadeiro autor do crime foi preso e encaminhado para a 14ª DP (Leblon)

atualizado 18/06/2021 10:31

Reprodução/ Redes Sociais

Após a acusação de furto de uma bicicleta no Leblon durante essa semana, o advogado criminalista Bruno Cândido, responsável pelo caso de Matheus Ribeiro, informou que busca a tipificação de racismo.

O instrutor de surfe foi abordado por um casal de brancos próximo ao Shopping Leblon, e acusado do furto.

Nesta quarta-feira (17/6), o verdadeiro autor do crime foi preso e encaminhado para a 14ª DP (Leblon). O criminoso era um jovem branco, de 22 anos, com 28 anotações criminais.

Leia mais em O São Gonçalo, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias