*
 

Uma instalação médica mantida por organizações de ajuda humanitária foi atingida por um ataque aéreo nesta quarta-feira (21/9), deixando ao menos quatro mortos em sue estafe.

A International Union of Medical Care e outras organizações disseram que um ataque feito em uma área controlada por rebeldes no norte de Alepo destruiu o ponto de triagem médica instalado ali.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos colocou a contagem de mortos em 13, entre eles quatro enfermeiras e paramédicos e nove soldados rebeldes, alguns deles pertencentes à Frente Fatah al-Sham, grupo ligado à Al Qaeda.

Não se sabe quem conduziu os ataques.

 

 

COMENTE

Síriaaleppo
comunicar erro à redação