*
 

Os participantes Rômulo, Marcos e Ieda vão se enfrentar em mais um paredão triplo do Big Brother Brasil 17. Os brothers, mais uma vez, tiveram várias surpresas durante a edição deste domingo (19/7). Primeiro, ficaram sabendo que a votação da casa seria feito na própria sala e não no confessionário. Assim, cada um teve que dizer na cara dos alvo o motivo do voto.

Além disso, os participantes pensavam que o paredão seria duplo, mas Tiago Leifert anunciou que seria triplo novamente. Para isso, ele fez um jogo de perguntas e respostas sobre Elettra, a hermana que veio do “Gran Hermano VIP”, da Espanha. Quem acertasse mais questões sobre a neta de Lamborghini ganhava o direito de indicar alguém para a berlinda. E a sortuda da vez foi Marinalva.

O grande climão na casa ficou por conta da justificativa de Ilmar ao votar em Rômulo. Segundo o líder, o diplomata foi manipulador. “Essa pessoa tem jogadas ardilosas. (Rômulo) tentou fazer com que eu me aproximasse da Vivian e até tentasse ter algo afetivo com ela. Isso quase fez com que eu quebrasse a promessa, feita ao meu filho, de que teria qualquer coisa com alguém da casa”, disse.

Confira o discurso de Ilmar na íntegra:

“Eu queria fazer um pequeno texto. De fato, o que você falou no paredão passado, de fato, é possível fazer amizade verdadeira. Acho que mesmo a gente tendo os objetivos em comum, ganhar R$ 1,5 milhão, podemos caminha juntos. Porque quem decide é o público. A melhor coisa é sermos verdadeiros e leais com nós mesmo. Quando entrei, o Grande Irmão não me deu o título para julgar adversários, estou aqui para jogar. Desenvolvi três métodos para o meu voto. Nos meus votos, tenho prezado por esses três mecanismos. Vou votar em uma pessoa que, ao meu ver, tem jogadas ardilosas e palavras e frases capciosas, que induzem os adversários a erros. A mim mesmo, durante quatro semanas, fui induzido a erros. Ele tentava incutir em mim que Vivian me dava moral e que, se fosse lá fora, ela dispensaria o Manoel para ficar comigo, sempre tentando me levar ao erro para que eu pudesse ter uma relação amorosa. Ele não respeitou o relacionamento dela nem a promessa que fiz a meu filho de que não teria algo com pessoas aqui”.

Todos da casa, incluindo a própria Vivian, ficaram chocados com a revelação de Ilmar. O climão ficou ainda mais acentuado logo após a votação. O líder e Ieda começaram um bate-boca sobre indicações e sobre os motivos que os levaram a votar em cada pessoa.

Durante a defesa pela permanência na casa, Rômulo não se defendeu das acusações de Ilmar e disse apenas que “não estou jogado ardilosamente”. Aproveitou ainda o tempo para agradecer pela oportunidade de estar no programa.

Quem respirou aliviada foi Emilly, que havia disputado os outro dois último paredões, mas que, dessa vez, recebeu o colar do anjo. Apesar do fim do relacionamento, Marcos prometeu dar a imunidade para ela após a prova do último sábado e cumpriu.

 

 

COMENTE

BBB 17Big Brother Brasil 17
comunicar erro à redação