*
 

O Governo do Distrito Federal (GDF) apresentou nesta segunda-feira (5/9) uma nova proposta de reajuste para os policiais civis. A nova oferta prevê aumento de 32,5% nos próximos cinco anos, divididos da seguinte forma: 7% em outubro de 2017; 7,5% em outubro de 2018; 8,5% em outubro de 2019; 5% em outubro de 2020; 4,5% em outubro de 2021. Como a porcentagem será calculada de acordo com o salário de cada ano, o reajuste chega a 36%.

A proposta deve ser discutida em uma assembleia geral da categoria marcada para esta terça-feira (6), às 14h, em frente ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol), no entanto, já indica que o reajuste não deve ser aceito. “Esta nova proposta apresenta um novo recuo, uma vez que o GDF já havia oferecido uma proposta de 7% em 2017, 10% em 2018 e 10% em 2019”, avalia Rodrigo Franco, presidente do Sinpol-DF.

Os policiais estão mobilizados desde 4 de julho, quando foi deflagrada a Operação Legalidade. Na semana passada, o governo, por meio de negociação intermediada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, ofereceu proposta que foi rejeitada em assembleia pelos policiais.

 

 

 

COMENTE

assembleiaOperação Legalidadepoliciais civisnova proposta
comunicar erro à redação