*
 

Um taxista de 46 anos morreu assassinado com um tiro de espingarda. O caso ocorreu na noite de quarta-feira (4/1), na DF-180, em Brazlândia. A vítima, identificada como José Soares Brandão, 46 anos, foi abordada por um casal de supostos passageiros, em Taguatinga. A corrida seria em direção ao Incra 8.

Um dos criminosos anunciou o assalto e o motorista jogou o veículo em direção a uma viatura da Polícia Ambiental que circulava na via. O táxi parou alguns metros depois. Quando os militares se aproximaram do carro, o homem já estava sem vida.

Um dos criminosos tentou fugir do local e disparou contra os militares, mas acabou capturado em seguida. A arma usada no crime também foi apreendida. A mulher também foi detida.

No momento da prisão, o homem relatou que a arma teria disparado acidentalmente quando o motorista invadiu a pista bruscamente para chamar a atenção da polícia. Ele disse que orientou o taxista a “seguir reto e não fazer nenhuma besteira”.

José Soares era casado e deixou quatro filhos. O mais novo tem apenas dois anos.

Os dois presos foram encaminhados para a 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), responsável por investigar o caso.

 

 

COMENTE

assaltoBrazlândialatrocínioPMDF
comunicar erro à redação