*
 

A Polícia Civil do DF prendeu nesta quinta-feira (8/9), em cumprimento a mandado de prisão condenatória, o advogado Wladmir Lopes de Magalhães Porto, 47 anos, acusado de matar a bailarina Renata Maria Braga de Carvalho, em Fortaleza (CE). O crime ocorreu há 23 anos. O advogado estava foragido desde a decretação da prisão expedida pela Justiça do Ceará, em agosto deste ano.

Wladmir foi localizado em Brasília durante buscas realizadas pelas equipes da Divisão de Inteligência (DIPO). A Justiça condenou o autor a nove anos e dois meses de reclusão. O preso será transferido para o sistema penitenciário do Ceará, onde permanecerá à disposição do Judiciário.

O crime
O assassinato ocorreu na madrugada do dia 28 de dezembro de 1993. Renata e um grupo de amigos voltavam de uma festa quando um dos jovens teria se desentendido com Wladmir no trânsito. O advogado emparelhou a caminhonete que dirigia com o carro onde estava o grupo e atirou.

Renata foi atingida no olho esquerdo e socorrida ao hospital, mas não resistiu ao ferimento. Wladmir fugiu do local do crime, mas acabou preso horas depois em uma concessionária de veículos, após perseguição policial. Ele ficou detido durante 11 meses, conseguiu um habeas corpus e foi liberado.

 

 

COMENTE

PCDFfortalezawladmir lopes de magalhães portorenata braga
comunicar erro à redação