*
 

O Centro Educacional São Camilo, que funciona na 914 Norte, vai fechar as portas. A instituição de ensino enviou comunicado oficial aos pais dos estudantes informando o encerramento das atividades e orientando que eles procurem um novo colégio para matricular os filhos em 2017. A escola funciona em Brasília há 35 anos e tem 200 funcionários e 500 alunos matriculados desde a educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. A escola funciona de manhã e à tarde.

“É com pesar que comunicamos que, ao final do ano letivo de 2016, as atividades do Colégio São Camilo serão encerradas. Assim, não haverá renovação de matrícula para o ano letivo de 2017”, diz o ofício assinado pelo diretor de ensino da União Social Camiliana, Carlos Ferrara Júnior. A união tem sede em São Paulo e é a mantenedora da escola.

Reprodução

Além do DF, o grupo mantém unidades em outros sete estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

A analista de sistemas Juliana Mara da Silva Rodrigues, 36 anos, entrou na escola quando era um bebê. Ficou no berçário e estudou na instituição até a 4ª série do ensino fundamental, hoje chamado de 5º ano. Teve três filhos e todos estudaram lá. Uma já saiu e os outros dois, de 8 e 5 anos, estão matriculados. “Tenho um sentimento pela escola desde pequena. O fechamento pegou a gente de surpresa. Já comecei a procurar outra escola para meus filhos, mas lamento muito”, disse.

O funcionário público Roberto Sanbuichi, 47 anos, tem três filhos no Centro Educacional São Camilo. Um menino de 6 e duas gêmeas de 8. Ele lamentou o fechamento. “Fomos pegos de surpresa. Meus filhos estudam aqui desde o início, foi a primeira escola deles. Nas próximas semanas, vamos em outros colégios. Hoje mesmo vou em um para conhecer as dependências e o ensino”, afirmou.

Segundo Sanbuichi, a informação que tiveram é que as outras seis escolas da São Camilo vão fechar no Brasil. “Aqui no DF, lembro que não conseguiram fazer a reforma que pretendiam por impasses nas autorizações com o GDF. Também havia graduação aqui, mas foi encerrada. Aos poucos, as turmas foram diminuindo e, agora, veio o fechamento. Não temos mais informações”, disse.

Os motivos do fechamento não foram informados no documento. Até a publicação desta reportagem, a mantenedora do estabelecimento não esclareceu as circunstâncias que levaram a essa decisão.

Aguarde mais informações.

 

 

COMENTE

centro educacional são camilounião social camiliana
comunicar erro à redação