*
 

Primeiro longa a ser exibido na mostra competitiva, “Rifle” chegou ao Cine Brasília em clima de manifestação. A equipe do filme subiu ao palco do Festival de Brasília vestindo camisetas com os dizeres “Cinema Contra o Golpe”. “Não é por isso que não vamos comemorar esse momento”, disse o diretor gaúcho Davi Pretto, em referência ao clima política do país.

“Dedico o filme a todos os moradores do interior do interior do Brasil, que sobrevivem ao esvaziamento do campo e ao expansionismo dos empresários”, finalizou o cineasta.

Diretor do curta “Ótimo Amarelo”, Marcus Curvelo brincou na apresentação do filme, repetindo “Fora, Temer” diversas vezes. O cineasta seguinte seguiu a linha de protesto. “Temer Jamais”, disse Marcus Vinicius Vasconcelos, do curta “Quando os Dias Eram Eternos”.

 

 

COMENTE

festival de brasília
comunicar erro à redação