*
 

Três convidados a acompanhar o desfile de 7 de Setembro em uma tenda montada na Esplanada dos Ministérios foram impedidos de entrar no local por estarem usando adesivos com os dizeres “Fora Temer”, na manhã desta quarta-feira (7/9). De acordo com os seguranças que abordaram o trio, que viajou de São Paulo a Brasília, há ordens para impedir manifestações políticas no ato que celebra a independência do Brasil.

Um deles era o estudante Vitor Cheregati, aluno da Universidade de São Paulo (USP). A reportagem presenciou a abordagem da Guarda Presidencial que, mesmo sem ser truculenta num primeiro momento, confiscou os adesivos que eles carregavam. “São ordens”, afirmou o militar, que não quis se identificar.

Os estudantes decidiram entregar os adesivos para acompanhar o desfile com a promessa de que poderiam pegá-los de volta no fim do ato. Uma das convidadas barradas questionou: “E se o adesivo fosse contra o PT?”, em referência ao partido da ex-presidente Dilma Rousseff. “Colega, as ordens são para impedir manifestações políticas em geral”, respondeu o guarda.

Ao perceber que o Metrópoles acompanhava a abordagem, os guardas forçaram a equipe a sair do local. O desfile é organizado pelo Palácio do Planalto. A assessoria de Comunicação da Presidência da República informou que não há ordens de restrição, apesar dos fatos presenciados pela reportagem. Segundo eles, a única diretriz é que seja impedido o uso de cartazes que atrapalhem a visão das pessoas.

 

 

COMENTE

7 de setembrodesfile
comunicar erro à redação