*
 

Problemas de acesso do público marcaram a comemoração pelos 195 anos da Independência do Brasil, na Esplanada dos Ministérios, nesta quinta-feira (7/9). Sob sol intenso e baixa umidade, pessoas se queixaram que não conseguiram assistir ao tradicional desfile. Muitas foram embora antes do fim, às 11h10, e as crianças choraram, decepcionadas. Os espectadores reclamaram que, nas arquibancadas montadas na altura dos ministérios, apenas convidados tinham permissão para entrar.

Somente uma hora após o início do evento a organização liberou a entrada do público, próximo à rodoviária. Antes disso, seguranças chegaram a improvisar uma catraca para revezar espectadores: a cada 10 que saíam, outros 10 ingressavam na área dos assentos. Houve filas.

Segundo o Exército, cerca de 20 mil pessoas passaram pela Esplanada ao longo do desfile, que começou às 9h e foi encerrado por volta das 11h15, com a apresentação da Esquadrilha da Fumaça.

Para evitar o registro de cartazes e faixas de manifestantes com a imagem do presidente Michel Temer (PMDB-SP), os organizadores do desfile neste ano distanciaram a tribuna de honra das autoridades das arquibancadas populares. Exatamente em frente ao palanque onde está o peemedebista foi instalado um palanque de seguranças. Assim, o peemedebista não recebeu vaias nem aplausos.

Temer assistiu ao desfile com a primeira-dama, Marcela, e o filho do casal, Michelzinho, de 8 anos. O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), também esteve no evento, com sua mulher, Márcia Rollemberg.

 

Além deles, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assistiram à celebração. Também estiveram na tribuna o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra; os ministros Moreira Franco, da Secretaria-Geral da presidência; Eliseu Padilha (Casa Civil); Torquato Jardim (Justiça); Dyogo Oliveira (Planejamento); e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo).

Organização
O Palácio do Planalto respondeu que as arquibancadas próximas à sede do Executivo nacional foram reservadas a pessoas que fizeram inscrição no site, familiares e integrantes das forças armadas, além da imprensa. Já os demais lugares foram de acesso livre à população.

Neste ano, o tema do evento foi “Viva sua Independência”. O desfile teve participação de cerca de 4,2 mil pessoas, entre civis e militares.

 

 

COMENTE

7 de setembrodesfileesplanada dos ministériosdia da independência
comunicar erro à redação