*
 

Anunciada pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (5/1), como uma das medidas “concretas” para aperfeiçoar o sistema prisional do país, a construção de cinco novas penitenciárias federais ainda não tem uma data para ser concretizada.

A ausência de um prazo foi confirmada pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em coletiva à imprensa, após encontro do núcleo institucional do governo, comandado por Temer.

“Nós vamos verificar um presídio em cada uma das regiões, e aí abrir imediatamente a licitação. Já temos um modelo, o projeto executivo do presídio, isso já se ganha tempo. Mas não é possível falar num prazo, porque a licitação nem foi aberta ainda”, afirmou Moraes. “O presidente tomou todas as medidas concretas pra que possamos iniciar a resolução de um problema brasileiro que não é de agora, não é de 2 anos, é um problema há décadas”, emendou.

Antes das declarações do ministro, o presidente Michel Temer anunciou na abertura da reunião do núcleo institucional que o governo deverá investir entre 40 milhões a R$ 45 milhões por unidade.

 

 

COMENTE

Michel Temerpresídioalexandre moraes
comunicar erro à redação