*
 

Morreu na manhã desta quinta-feira (14/9), em São Paulo, o jornalista Fernando Pacheco Jordão, que foi chefe de redação da TV Globo em São Paulo. Ele tinha 80 anos e sofreu falência múltipla de órgãos. O velório está sendo realizado nesta quinta na sede da TV Cultura e seu corpo será cremado na sexta.

Fernando Jordão começou no jornalismo em 1957 como redator e locutor da hoje extinta Organização Victor Costa, a OVC. Depois, foi contratado pela Rádio Difusora, emissora dedicada ao jornalismo que pertencia ao Grupo Diários Associados. Passou também pelo jornal “O Estado de S.Paulo”.

Na década de 1970, foi contratado pela TV Cultura, onde ajudou a montar a redação. Depois, foi diretor de programação nos anos 80

Ele é autor de Dossiê Herzog, livro sobre o assassinato do jornalista, Vladimir Herzog, nos porões da ditadura militar em São Paulo.

Em nota, o Instituto Vladimir Herzog lamentou a morte de Jordão. “Não cabe usar verbos no passado para o Fernando, a quem temos de dizer um adeus pleno de comovida tristeza. Sua inteligência, lealdade, generosidade, resiliência e permanente bom humor inspiram que ele esteja sempre presente”, disse o texto.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação