metropoles.com

Acusado de matar ex-mulher a facadas é condenado a 38 anos de prisão

Francisco Dias Borges matou Necivânia Eugênio de Caldas na frente à família dela, quando chegava em casa

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Facebook
Vânia-Eugênio-3
1 de 1 Vânia-Eugênio-3 - Foto: Reprodução/Facebook

O Tribunal do Júri de Santa Maria condenou, nessa quinta-feira (25/11), Francisco Dias Borges a 38 anos de prisão em regime fechado pelo feminicídio da ex-mulher Necivânia Eugênio de Caldas, 37. A vítima foi atingida com facadas na frente do filho, em 14 de novembro de 2019.

Conforme noticiado pelo Metrópoles à época, o casal tinha terminado o relacionamento havia cerca de uma semana. Francisco esperou a vítima chegar em casa de moto e realizou o ataque fatal. O irmão de Necivânia ainda tentou impedir o crime e também foi ferido. Os vizinhos tentaram linchar o homem logo após o crime.

Além de estudar, a vítima cuidava dos quatro filhos, de outros familiares e mantinha as contas em dia. Ela fazia enfermagem e, segundo amigos, começaria a trabalhar no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) em poucos dias. Vânia, como era conhecida, tinha uma menina de 5 anos – a única com Francisco – e três meninos, de 8, 17 e 19 anos.

0

O ano de 2019 foi marcado pelo projeto Elas por Elas, quando o Metrópoles contou a história de todas as vítimas de feminicídio do Distrito Federal naquele ano. É possível conferir a trajetória completa de Necivância neste link.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?