Saiba como evitar ganhar os quilos perdidos ao fim da dieta

Recomendada por especialistas, a dieta reversa busca o aumento gradativo da ingestão calórica, evitando o temido efeito sanfona

atualizado 27/05/2021 11:40

Mulher se pesandoGetty Images

Conseguir alcançar os objetivos de uma dieta alimentar é uma tarefa que exige paciência, dedicação e muita disciplina. Mas, como manter o peso depois de esses objetivos serem alcançados? Como saber qual é o momento certo para deixar a dieta de lado, sem que isso comprometa todo o trabalho árduo feito?

Esses questionamentos são mais comuns do que parece. Apesar de existirem diversas respostas para eles, muitos especialistas são adeptos do método da dieta reversa. De forma básica, trata-se de aumentar gradualmente a ingestão calórica e aliviar aos poucos o déficit da restrição alimentar, de maneira que o metabolismo tenha tempo para se estabilizar.

Ao site Insider, Nick Shaw, CEO do app de vida fitness e nutrição RP Strenght, explicou que uma retomada repentina da alimentação normal pode ser um choque para o corpo. A consequência disso seria o temido efeito sanfona – isto é, o ganho dos quilos perdidos. Segundo ele, o mais aconselhável é aumentar a ingestão calórica diária em 200 calorias, aproximadamente, a cada semana, e dar prosseguimento a uma rotina de exercícios físicos e à queima de gordura enquanto isso.

No meio do caminho da manutenção do peso, é normal ver os números na balança aumentarem um pouquinho, e especialistas afirmam que isso não deve ser motivo para pirar. “Seu peso vai se estabilizar, mas lembre-se de que as variações são normais e inevitáveis, ​​mesmo na manutenção”, afirma a personal trainer Emma Storey-Gordon.

0
Desenvolvendo hábitos alimentares mais saudáveis

Para que a dieta reversa seja viável e a manutenção do peso possível, a nutricionista Kimberley Neve sugere adotar hábitos alimentares saudáveis durante o período de transição. “Inclua alimentos que você ama como parte de suas refeições e lanches, para que você comece a ver que pode ter uma alimentação equilibrada, sem precisar negar nada a si mesmo. Isso deve ajudá-lo a se sentir no controle”, recomenda Neve. No fim, é essa mudança de estilo de vida que possibilita que o processo de emagrecimento seja saudável e duradouro.

Uma forma de alcançar esse equilíbrio, segundo Shaw, é aderir à conhecida regra “80/20”. Com ela, busca-se priorizar alimentos saudáveis, integrais e ricos em nutrientes em 80% do tempo, o que dá passe livre para se comer o que quiser nos 20% de tempo restantes. “Isso permite que você saia e se socialize com amigos e familiares sem se sentir restrito”, defende o especialista.

*Antes de embarcar e qualquer restrição alimentar, consulte um(a) especialista

Últimas notícias