*

O ator Oswaldo Loureiro morreu hoje, 3, no Rio de Janeiro. Afastado das atividades artísticas desde 2011, Loureiro sofria de Alzheimer e já havia ficado internado por conta do problema.

Presença constante nos palcos, na televisão e no cinema, o último papel do ator foi na novela A Lua me Disse, em 2005, quando interpretou o deputado Boaventura. Seu primeiro trabalho foi no filme O Brasileiro João de Souza (1944), ano em que figurou em outros dois longas.

Loureiro participou de 33 filmes, como O Beijo no Asfalto (1981), O Homem Nu (1968) e Manaus, Glória de uma Época (1963), dirigido pelo alemão Franz Eichorn. Sua carreira televisiva conta com quase 40 participações em novelas, seriados e telefilmes.

No teatro, Loureiro foi ativo desde os anos 1950, quando atuou em Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues. Desde então, fez mais de 140 peças.

Oswaldo Loureiro dirigiu programas de TV e espetáculos teatrais, e foi presidente do sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro.