*

Se presentear pessoas comuns pode ser um martírio, imagina comprar um mimo para membros da realeza britânica? A agonia chegou ao fim para os convidados do casamento da atriz Meghan Markle e do príncipe Harry, no próximo mês.

Um comunicado oficial, transmitido pelo Palácio de Kensington nesta segunda-feira (9/4), informou que o casal gostaria de abdicar de quaisquer presentes pomposos. Eles preferem receber doações a uma das instituições de caridade escolhidas pelo casal.

“O príncipe Harry e Meghan Markle são incrivelmente gratos pela boa vontade demonstrada a eles desde o anúncio de seu noivado e estão ansiosos para que o máximo de pessoas possível se beneficie dessa generosidade. O casal selecionou pessoalmente sete organizações que gostariam de apoiar, refletindo seus valores compartilhados”, dizia o comunicado.

Getty Images

As causas são as mais diversas e nobres: Myna Mahila Foundation (apoia mulheres nas favelas urbanas de Mumbai), CHIVA (ajuda crianças e jovens com HIV), Little Soldiers de Scotty (ajuda crianças que perderam os pais em guerras), StreetGames (uma fundação que usa o esporte para mudar vidas), Surfers against Sewage, The Wilderness Foundation UK (que protege a vida na natureza selvagem) e Crisis (instituição de caridade com sede no Reino Unido).

O príncipe William e Kate Middleton também tomaram a mesma iniciativa em 2011, quando se casaram. O casal, no entanto, escolheu 26 instituições de caridade.



COMENTE

 
Príncipe HarryMeghan Marklecasamento real

Leia mais: Celebridades