Posso abrir uma brecha na quarentena para ver meu namorado?

Médico revela se encontros com o parceiro são aceitáveis durante o período de isolamento social devido à pandemia do coronavírus

atualizado 26/03/2020 20:15

namorados de máscaraGahsoon/Getty Images

O feed do Instagram nada mais é do que um reflexo do dia a dia das pessoas e, por isso, já não é mais o mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus. Pode reparar: no lugar de fotos na balada com os amigos, agora, são publicadas imagens com mensagens de otimismo, selfies sem make na sala de estar e jantarzinhos homemade com o namorado. Mas, calma, encontros com o parceiro estão permitidos durante a quarentena?

O clínico geral e coordenador do Pronto-Socorro do Hospital Santa Lúcia, Luciano Lourenço, é enfático ao dizer que não. Para garantir a segurança de todos e frear a propagação da doença, o especialista afirma que não devem existir brechas no isolamento.

“Quando uma pessoa sai de casa para encontrar o parceiro, ela se expõe. Pega no chaveiro do carro ou encosta na maçaneta do Uber, toca no botão do elevador ou esbarra com um vizinho na saída”, exemplifica Luciano.

Esses riscos, encontrados no meio do caminho e difíceis de evitar, acabam sendo levados para dentro da casa do companheiro, argumenta o especialista.

“Além disso, em alguns casos, a doença é transmitida por pessoas assintomáticas, ou seja, você pode estar sem sintomas, mas já infectado pelo vírus há dias, e acabar transmitindo para o namorado”, alerta o profissional.

Outra preocupação é o sexo e outros contatos de foro íntimo, tão característicos das relações amorosas. Beijos e carícias fazem a contaminação acontecer de maneira muito evidente.

“Se o compromisso social que todos nós estamos fazendo é de se isolar, sem dúvidas, abrir brechas neste protocolo é uma atitude imprudente”, finaliza o médico.

Portanto, segure a saudade da pessoa amada e deixe para demostrar todo o carinho que sente por ela assim que a situação se normalizar.

Últimas notícias