metropoles.com

Chanel, Guess e Prada: veja o que ladrões levaram da família Biancardi

Assaltantes que invadiram casa dos pais de Bruna Biancardi levaram relógios, joias e bolsas de grife; um deles seria morador do condomínio

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Redes Sociais
foto colorida da influencer Bruna Biancardi e o pai, Edson Ribeiro, com um cão branco da família - Metrópoles
1 de 1 foto colorida da influencer Bruna Biancardi e o pai, Edson Ribeiro, com um cão branco da família - Metrópoles - Foto: Reprodução/Redes Sociais

São Paulo — Quando chegaram à casa da família Biancardi, na madrugada desta terça-feira (7/11), os ladrões tentaram, inicialmente, roubar dinheiro de um cofre do imóvel, mas nenhum valor foi encontrado. Eles passaram, então, a apanhar artigos de luxo dos pais da influenciadora Bruna Biancardi, como bolsas, relógios e joias. Bruna é mãe de Mavie, de apenas um mês, fruto de seu relacionamento com o jogador de futebol Neymar. Ela não estava com os pais no momento do assalto.

A casa da família fica em um condomínio de luxo da Granja Viana, em Cotia, região metropolitana de São Paulo. Durante a invasão dos criminosos, o bairro estava sem energia elétrica, assim como boa parte da cidade, reflexo das chuvas que atingiram a Grande São Paulo, na última sexta-feira.

Os três criminosos estavam com pelo menos duas armas de fogo. Os pais de Bruna, Telma e Edson Ribeiro, foram amarrados, amordaçados e trancados no quarto.

Veja o que foi roubado

Em seguida, os ladrões começaram a roubar os objetos de valor que encontraram. Na listagem apresentada à polícia, foram relacionadas três bolsas das marcas Chanel, Louis Vuitton e Dior — cada uma avaliada em aproximadamente R$ 20 mil —, cinco relógios de pulso das marcas Guess, Prada e outras, dois braceletes da marca Cartier, dois pares de brincos Chanel e Louis Vuitton e quatro alianças de ouro.

De acordo com a Polícia Civil, os ladrões entraram com a ajuda de um morador do condomínio. Ele foi identificado como Eduardo Seganfredo Vasconcelos, 19 anos, e aparece nas imagens dirigindo o veículo (veja abaixo).

Eduardo usou o carro do pai. Após o assalto, ele abandonou o veículo no local e tentou fugir a pé, mas acabou preso pela Guarda Civil Metropolitana.

A polícia já identificou os outros dois assaltantes. O caso está sendo investigado pelo 2º DP de Cotia.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSão Paulo

Você quer ficar por dentro das notícias de São Paulo e receber notificações em tempo real?

Notificações