Trump: “Serviço Secreto atirou em alguém do lado de fora da Casa Branca”

Presidente americano foi retirado de entrevista coletiva sob escolta. TV CNN diz que um atirador estava sob custódia da polícia

atualizado 11/08/2020 11:04

EVAN VUCCI/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Escoltado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou abruptamente uma entrevista coletiva na Casa Branca nesta segunda-feira (10/8), momentos depois de iniciar suas declarações sobre a crise de coronavírus.

Logo em seguida, ele voltou ao pódio e disse aos repórteres que o Serviço Secreto havia atirado em alguém.

0

“Gostaria de agradecer ao Serviço Secreto por fazer seu trabalho sempre rápido e muito eficaz, mas houve um tiroteio de verdade e alguém foi levado para o hospital. Não sei em que estado está a pessoa. Parece que a pessoa foi baleada pelo Serviço Secreto, então veremos o que acontece”, disse Trump.

Um oficial sênior da administração confirmou a Dana Bash, da TV CNN, que havia um atirador ativo no local, mas ele já estava sob custódia. O incidente aconteceu fora dos jardins da Casa Branca, perto do Parque Lafayette.

 

Últimas notícias