metropoles.com

Jihad Islâmica também nega autoria de ataque contra hospital em Gaza

Inicialmente, o ataque foi atribuída a Israel, mas as Forças de Defesa israelenses negaram a autoria e culparam a Jihad Islâmica

atualizado

Compartilhar notícia

Reproducão
Foto colorida de hospital em Gaza após ataque - Metrópoles
1 de 1 Foto colorida de hospital em Gaza após ataque - Metrópoles - Foto: Reproducão

O grupo extremista Jihad Islâmica Palestina negou a autoria do bombardeio que atingiu o hospital Ahli Arab, na cidade de Gaza, nesta terça-feira (17/10). O Ministério da Saúde de Gaza informou que há centenas de mortos no local.

Inicialmente, o Hamas informou que o ataque foi causado por Israel. No entanto, as Forças de Defesa israelense alegaram que a explosão teria sido provocada por um foguete lançado pela Jihad Islâmica.

0

Mas Daoud Shehab, um porta-voz da Jihad Islâmica, afirmou em entrevista ao jornal norte-americano New York Times que não houve ações do braço armado do grupo na região.

“Não houve nenhuma operação das Brigadas Al-Quds [braço armado] na área”, disse Shehab.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, chamou a Jihad Islâmica de “terrorista” e reforçou que as forças israelenses não atacaram o hospital.

“Para que o mundo inteiro saiba: os terroristas bárbaros em Gaza são aqueles que atacaram o hospital em Gaza, não as FDI [Forças de Defesa de Israel]”, escreveu Netanyahu na rede social X (antigo Twitter).

A organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) e a Organização Mundial de Saúde, vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), condenaram o ataque ao hospital.

“Estávamos operando no hospital, houve uma forte explosão e o teto do centro cirúrgico caiu. Isso é um massacre”, afirmou Ghassan Abu Sittah, médico do MSF em Gaza.

Jihad Islâmica

A Jihad Islâmica é uma organização militante que desempenha importante papel no conflito entre Israel e Palestina. Fundada na década de 1980, ela é conhecida pela postura radical e pelas ligações estreitas com o Irã.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações