metropoles.com

Jihad Islâmica diz que pode libertar 2 reféns por razões humanitárias

A Jihad Islâmica pretende libertar uma mulher, de 70 anos, e um adolescente, de 13, ambos israelenses

atualizado

Compartilhar notícia

Leon Neal/Getty Images
Foto colorida de protesto em Londres para libertação de reféns israelenses - Metrópoles
1 de 1 Foto colorida de protesto em Londres para libertação de reféns israelenses - Metrópoles - Foto: Leon Neal/Getty Images

“Estamos prontos para libertá-los por razões humanitárias quando as condições de segurança no terreno estiverem reunidas”, afirmou o porta-voz da ala militar da Jihad Islâmica, conhecida pelo nome de guerra de Abu Hamza, grupo que luta ao lado do Hamas contra Israel na Faixa de Gaza.

O porta-voz da Jihad Islâmica afirmou que o grupo participou nos combates ao lado do Hamas desde o lançamento da operação “Al-Aqsa Flood”, o ataque de 7 de outubro que deixou mais de 1,4 mil mortos, em Israel, a maioria civis. Abu Hamza afirmou, no vídeo, que o grupo também mantinha reféns, sem especificar o número.

Confira mais informações na RFI, parceiro do Metrópoles.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações