Diário de guerra: Putin mostra poder militar, e Odessa é bombardeada

O Metrópoles reúne principais notícias do conflito: Putin voltou a defender a guerra na Ucrânia. Para ele, a invasão foi resposta preventiva

atualizado 10/05/2022 8:24

Putin compara invasão da Ucrânia à vitória sobre nazistas na 2ª guerraSefa Karacan/Anadolu Agency via Getty Images

O presidente russo, Vladimir Putin, usou o desfile do 9 de Maio, dia da vitória sobre a Alemanha nazista em 1945, para mostrar poder militar.

Durante o 77º Dia da Vitória, Putin voltou a defender a guerra na Ucrânia. Para ele, a invasão foi  “resposta preventiva à agressão na hora certa”.

0

“Defender a pátria quando seu destino está sendo decidido sempre foi sagrado. Hoje vocês estão lutando por nosso povo em Donbass, pela segurança da Rússia, nossa pátria”, afirmou o líder russo.

A guerra completa 76 dias nesta terça-feira (9/5). O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabiliza ao menos 3.381 mortes de civis desde o início do confronto na Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Segundo balanço divulgado pela agência da Organização das Nações Unidas (ONU), 3.680 civis ficaram feridos no conflito.

Veja, a seguir, os principais fatos do dia selecionados pelo Metrópoles:

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias