Nasa: saiba detalhes sobre Earendel, a estrela mais antiga do universo

Descoberta foi anunciada nesta quarta-feira (30/3) pela agência espacial. Estrela está localizada a 12,9 bilhões de anos-luz da Terra

atualizado 30/03/2022 14:32

Estrela mais antiga do universoDivulgação

A Nasa revelou, nesta quarta-feira (30/3), uma descoberta surpreendente feita pelo telescópio espacial Hubble. A estrela mais antiga já detectada foi achada a uma distância de 12,9 bilhões de anos-luz da Terra, e é considerada o corpo celeste mais antigo do universo.

Intitulada Earendel, cujo significado é “estrela da manhã”, a esfera brilhante surgiu para os astrônomos quando o universo tinha somente 7% de sua idade atual — 13,8 bilhões de anos.

Anteriormente, os cientistas só detectaram aglomerados de estrelas de galáxias muito antigas, e nunca uma estrela solitária, como a Earendel. O astrônomo Brian Welch, da Universidade de Johns Hopkins, em Baltimore, comemorou a descoberta.

“Quase não acreditamos no começo, era muito mais longe do que a estrela anterior mais distante e com maior desvio para o vermelho”, declarou. O desvio para o vermelho se dá devido à luz emitida pelas estrelas — quanto mais esta luz for vermelha, mais distante está o objeto.

Conforme o cientista, a “Earendel existiu há tanto tempo que pode não ter as mesmas matérias-primas que as estrelas ao nosso redor hoje”.

A princípio, Welch acreditava que a estrela se tratava de uma galáxia, devido à alta emissão de luz. Contudo, ao ampliar a imagem enviada pelo telescópio Hubble, percebeu que se tratava de uma estrela solitária.

Os cientistas acreditam que Earendel seja milhões de vezes mais brilhante que o nosso Sol e que possua 50 vezes mais massa que a nossa estrela. Os pesquisadores também informaram que estudarão Earendel através do telescópio espacial James Webb, que promete substituir Hubble e tem alta sensibilidade à luz infravermelha, podendo estudar com mais detalhes objetos a distâncias gigantescas.

Mais lidas
Últimas notícias