Tite elogia longevidade de Daniel Alves e dispensa favoritismo na Copa

Tite comentou sobre as escolhas no elenco para o próximo confronto, contra Camarões, e os possíveis adversários nas oitavas da Copa

atualizado 01/12/2022 11:42

Tite durante coletiva de imprensa - Metrópoles Mohamed Farag/Getty Images

O técnico Tite comentou, nesta quinta-feira (1º/12), sobre o último jogo da Seleção Brasileira pela fase de grupos da Copa do Mundo do Catar, que acontece nesta sexta (2/12), contra Camarões. O treinador da Canarinho esteve com Daniel Alves, que entrará no confronto como titular e capitão.

De acordo com Tite, cada atleta convocado oferece habilidades específicas para serem exploradas e aproveitou o momento para elogiar as qualidades do lateral-direito.

“A gente tem jogadores com características diferentes. Quando ele fala de ataque, eu trato como construção, armação. É um jogador com virtudes técnicas impressionantes. Por isso ele tem essa longevidade em alto nível. A exigência dele não é física, nem de velocidade. É um jogador técnico em sua essência”, afirmou.

O treinador ainda falou que cabe a ele oferecer uma estrutura e perceber quais as características de cada jogador podem ser utilizadas durante determinado confronto, citando Éder Militão como outra opção para a posição de Daniel.

Favoritismo da Seleção

Questionado sobre a primeira partida da próxima fase, na qual o Brasil já garantiu vaga, o técnico garantiu que não se aprofunda nas comparações e previsões.

“Não procuro ficar voltando a essa situação. Tem toda uma comissão técnica se aprofundando nisso. Temos 26 atletas de altíssimo nível. Quem vai jogar? Aí, você pega o Fabinho titular no Liverpool, Ederson no City, Martinelli e Jesus no Arsenal… É muita competição. E dou as melhores condições para que eles compitam no mais alto nível, mas não procuro me aprofundar para te dar uma resposta”, disse.

A provável escalação para o duelo contra Camarões contará com os reservas da Seleção. Entre eles, ainda restam três dúvidas: Fred ou Bruno Guimarães, Rodrygo ou Éverton Ribeiro, e Gabriel Jesus ou Pedro.

O treinador também falou sobre o rodízio no elenco. “Só posso mensurar quantos atletas posso utilizar em sequência com eles produzindo em campo. É uma oportunidade de alto nível eles competirem. É um risco? Sim, mas uma oportunidade para mostrarem toda sua qualidade”, explicou ele.

A Seleção Brasileira entra em campo nesta sexta-feira (2/12), contra Camarões, às 12h, pela Copa do Mundo do Catar.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias