Embalado, Brasiliense vence mais uma fora de casa pela Série D

Romarinho, Zé Love e Luquinhas foram os autores dos gols do esquadrão amarelo, que chegou a 23 pontos

atualizado 01/11/2020 19:17

Christian Alencar/Especial Metrópoles

Na tarde desde domingo (01/11), o Brasiliense Futebol Clube provou seu favoritismo diante da equipe do Palmas. Jogando fora de casa, no Estádio Nilton Santos, o Jacaré dominou o adversário e saiu com mais três pontos ao vencer por 3 x 0.

Romarinho, Zé Love e Luquinhas foram os autores dos gols do esquadrão amarelo, que chegou a 23 pontos, ocupando a segunda colocação do Grupo A6. O Palmas segue na lanterna da chave, sem pontuar.

O Jacaré volta a campo no próximo sábado (07/11), contra o Atlético do Alagoinhas, às 23h30, no Estádio Antônio Carneiro.

Jacaré dominante

O Brasiliense não esperou nem o cronômetro virar um minuto de jogo para abrir o placar. Na saída da partida, Diogo recebeu pela direita e cruzou para a área. Romarinho chegou cabeceando sem chances de defesa. 1 x 0 Jacaré. No minuto seguinte, o travessão evitou o segundo da equipe amarela, no chute de fora de Maicon Assis.

O Jacaré continuava pressionando a equipe do Palmas a todo momento no campo de ataque. Aos 13’, Zé Love recebeu cara a cara com Jennerson e bateu rasteiro. O arqueiro da equipe azul levou a melhor defendendo com os pés. Três minutos mais tarde, o camisa 9 do Jacaré recebeu um cruzamento e finalizou para fora.

Aos 20’, Romarinho roubou a bola na intermediária, tabelou com Zé Love e arrematou rasteiro para fora. O Palmas só conseguiu reagir aos 24 minutos, quando Kanon arriscou de longe, mas a bola saiu por cima da meta amarela.

Na altura dos 25 minutos, o Jacaré teve duas ótimas chances de ampliar a vantagem. Luquinhas rolou para Zé Love na marca do pênalti, que bateu e Jennerson espalmou para escanteio. Na cobrança, o estreante Breno Calixto bateu e a bola balançou a rede pelo lado de fora.

Aos 29’, o Palmas começou a ter um pouco mais da posse de bola e se lançava ao ataque buscando o empate. Ygor fez uma bela jogada pela esquerda e finalizou com força dentro da área. Edmar Sucuri se esticou para fazer a defesa.

Nos acréscimos, Diogo descolou mais um ótimo cruzamento pela direita e Zé Love apareceu para fazer o segundo do Jacaré.

0
Luquinhas fecha a conta

Assim como na primeira etapa, o Brasiliense voltou do intervalo dominando o adversário, mas com um pouco menos de volume de jogo. Aos oito minutos, Peu cobrou falta perigosa, a bola desviou e por pouco não enganou Jennerson, que defendeu rebatendo para o meio da área.

Aos 15’, Zé Love ajeitou para Romarinho na entrada da área, que pegou firme, mas o chute saiu por cima. O Palmas respondeu logo no lance seguinte, com João Leite que também isolou a finalização.

A pressão do Jacaré aumentou a partir dos 18 minutos. Maicon Assis carimbou a trave e, logo depois, Luquinhas invadiu a área e finalizou com tranquilidade para fazer o terceiro do esquadrão amarelo.

Após o gol, a equipe amarela passou a cadenciar o jogo, controlando o resultado. O Palmas se lançava, aos 33 minutos encontrou uma boa chance de descontar. Ygor recebeu dentro da área e bateu por cima, tirando tinta do travessão.

No minuto seguinte, o Jacaré por pouco não marcou o quarto em duas jogadas. Jefferson Maranhão rolou de calcanhar para Diogo, que bateu cruzado e Jennerson soltou para escanteio. Peninha foi para a cobrança, Sandy desviou no primeiro poste e a bola sobrou para Zé Love, que mais uma vez colocou de peito para fora. Fim de jogo, vitória do Jacaré por 3×0.

Ficha técnica
Palmas 0 x 3 Brasiliense
Campeonato Brasileiro Série D 2020 – Fase de grupos – Décima rodada
01/11/2020, 16h, Estádio Nilton Santos – Palmas, Tocantins
Árbitro: Maicon Pessoa de Souza-RO
A1: Natal da Silva Ramos Júnior-TO
A2: Alvani Brito Nunes-TO
4º árbitro: Tarcisio Nascimento Matos-TO

Palmas: Jennerson; Matheus, Lucas, João Leite e Jeferson; Isaac (Marcelo), Boró e Luis Fellipe; Ygor, Kanon e Felipe (Vinicius). Técnico: Paulo César Caroço
Cartões amarelos: Ygor

Brasiliense: Edmar Sucuri; Diogo, Breno Calixto, Preto Costa e Peu (Carlos); Radamés (Bruno Lima), W. Balotelli (Sandy) e Maicon Assis (Jefferson Maranhão); Luquinhas, Zé Love e Romarinho (Peninha). Técnico: Edson Souza
Gols: Romarinho (1’ 1T), Zé Love (45’ 1T), Luquinhas (18’ 2T)
Cartões amarelos: Luquinhas, Carlos, Sandy

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias