Antes de pegar o Cruzeiro no DF, Chapecoense empata com o Vasco

Torcida do time carioca lotou São Januário, mas clube catarinense segurou pressão e somou mais um ponto na Série B

atualizado 31/07/2022 19:12

Daniel Ramalho | VascoDaGama

O clima estava todo formado para mais uma nova vitória do Vasco nesta Série B do Campeonato Brasileiro. O estádio São Januário estava lotado para acompanhar e prestigiar a estreia do atacante Alex Teixeira, de volta após 12 anos. No entanto o que se viu foi um jogo muito disputado, onde a Chapecoense conseguiu segurar o resultado de 0 x 0 e frustrar os mais de 20 mil torcedores que foram apoiar o time carioca.

Apesar deste placar inesperado na abertura da 22ª rodada, o Vasco ficou na vice-liderança da Série B com 39 pontos. Tem dois na frente do Grêmio, em terceiro com 37, e que vai enfrentar o Guarani, dia 5, em Campinas. A Chapecoense ainda está na parte debaixo da tabela, mas conseguiu somar um ponto importante, que a deixa na 14ª posição, com 24 pontos.

A partida estava cercada de expectativa. Primeiro pela boa postura da equipe carioca na última partida, quando goleou o CRB por 4 a 0. Os meninos das categorias de base como Andrey e Eguinaldo, destaques desta vitória, eram nomes valorizados pela fanática torcida. Além disso, a volta do atacante Alex Teixeira era um fator que colaborava com a atmosfera positiva do estádio

Quando a bola rolou, o Vasco tomou a iniciativa e chegou com perigo em algumas situações. Principalmente com a dupla Nenê e Figueiredo. No entanto, a defesa da Chapecoense estava bem posicionada e levava perigo nos contragolpes. As jogadas coordenadas pelo atacante Perotti eram as mais perigosas.

O Vasco chegou a abrir o marcador através do zagueiro Anderson Conceição, mas o gol foi irregular e a primeira etapa ficou no empate sem gols.

O segundo tempo começou num ritmo parecido com a primeira etapa. Com muitas disputas notadamente no meio-campo. Sem grandes alternativas ofensivas restou ao técnico do Vasco promover a entrada de Alex Teixeira aos 15 minutos no lugar de Figueiredo.

A entrada do reforço deu mais ritmo à equipe, que exerceu forte pressão ao adversário. Mas a defesa catarinense estava bem postada. A dupla Léo e Victor Ramos levava vantagem sobre o ataque vascaíno, inclusive, ofuscando a estreia de Alex Teixeira, bastante discreta. O atacante só finalizou uma vez em gol e para fora.

Sem conseguir furar o bloqueio da Chapecoense, os jogadores do Vasco foram ficando nervosos. Tanto que nos acréscimos o veterano Nenê foi expulso por jogada violenta. Com um a menos, o Vasco não conseguiu produzir boas situações de gol e o jogo permaneceu no 0 x 0.

O Vasco volta a jogar somente no próximo dia 9 de agosto, contra a Ponte Preta, em Campinas. A Chapecoense joga no dia 10, contra o Novorizontino, na Arena Condá. Ambos pela 23ª rodada.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 0 CHAPECOENSE

VASCO – Thiago Rodrigues; Gabriel Dias (Léo Matos), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara (Marlon Gomes), Andrey Santos e Nenê; Figueiredo (Alex Teixeira), Raniel (Eguinaldo) e Gabriel Pec (Palácios). Técnico: Emílio Faro.

CHAPECOENSE – Saulo; Ronei, Leó, Victor Ramos e Fernando; Matheus Bianqui, Lima (Claudinho) e Felipe Ferreira (Luizinho); Chrystian (Pablo Oliviera), Perotti (Kevin) e Alisson Farias (Jhonatan). Técnico: Marcelo Cabo

ÁRBITRO – Douglas Marques das Flores (SP).

CARTÕES AMARELOS – Yuri Lara, Gabriel Pec, Anderson Conceição, Palácios e Luizinho (Vasco); Fernando, Victor Ramos, Matheus Bianqui e Jhonatan (Chapecoense)

CARTÃO VERMELHO – Nenê (Vasco).

RENDA – R$ 541.064,00.

PÚBLICO – 20.918 presentes.

LOCAL Estádio de São Januário, no Rio.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias