*
 

A última vez que Wesley Safadão tinha desembarcado em Brasília tinha sido em agosto, para gravar o terceiro DVD da carreira. Cerca de 40 mil brasilienses lotaram o estacionamento do Mané Garrincha para assistir a um show morno, recheado de novas canções e totalmente protocolar para as câmeras.

O espetáculo deste sábado (30/1), na festa Garota White, entretanto, foi totalmente diferente. O cearense cantou no mesmo cenário, mas agora entre os arcos do Estádio Nacional, para “apenas” 12 mil pessoas. E finalmente mostrou para a capital federal porque ele é o maior pop star brasileiro da atualidade.

Wesley entrou no palco pontualmente a 0h — antes mesmo de muita gente entrar na festa –, de camisa Versace branca, calça apertada da mesma cor e o novo penteado coque samurai adornado com uma trança. Começou a disparar os sucessos: “Camarote” e “Sou Ciumento Mesmo”.

Não teve quem resistisse aos hits do forrozeiro. Patricinhas, hipsters, garçons e até o piloto da Fórmula 1 Felipe Nasr — cercado por cinco seguranças — dançaram no ritmo imposto pelo Safadão. Ele cantou de tudo: o forró moderno que levou para o Brasil inteiro à loucura, sertanejo e até montou um baile funk com o clássico “Morto Muito Louco”, do Bonde do Tigrão. Não tem tempo ruim ou ritmo ruim para o homem.

Simbora! Hoje estreando visual novo! ? #EstiloSafadão #VaiSafadão #Vikings #RagnarSafadão

Uma foto publicada por Wesley Safadão (@wesleysafadao) em

Safadão estreou um palco novo e iluminação especial em Brasília e, a partir de agora, o show e festa Garota White percorre o país com estrutura similar à vista nesse sábado. No palco quadrado, iluminado com aros, não tem para ninguém. Ele canta, dança, faz coreografia e empolga o público pedindo para todos evocarem o hino: “Vai, Safadão”.

A maioria das letras das músicas falam sobre superação de relacionamentos complicados. Como ele mesmo explica: “O Brasil se apaixona ao som de Jorge & Matheus, termina o namoro com o Pablo e dá a volta por cima com o Safadão”. Não satisfeito, o cantor ainda dá conselhos amorosos: “Desbloqueia o ex do WhatsApp e manda selfie no show do Safadão”. A plateia grita com empolgação após a proposta.

Olívia Meireles/Metrópoles

João Lucas e Marcelo sobem ao palco para cantar o sucesso “Vamos beber”e “Agora é pra Valer”

Ele mesmo pega o celular e faz uma série de selfies e vídeos que mais tarde foram postados no Snapchat oficial (WesleySafadao7). Da geração das redes sociais, o pop star pede ao público que cante a música “A Dama e o Vagabundo”, lançada 10 dias antes no YouTube. Os brasilienses entoam o hino amoroso e soltam o gogó para agradar o cearense.

Aliás, não teve uma música proposta por Safadão que o público não cantou com o coração e aos berros. Estavam lá o hit “Parece que o Vento” com Ivete Sangalo, “Você Merece Cachê” com Israel Novaes, e ele ainda chamou ao palco João Lucas & Marcelo para cantar o sucesso “Vamos beber“e “Agora É pra Valer“.

O show de Wesley Safadão e do público acabou às 2h47. Foram quase três horas de música, com fogos de artifício, chuva de papel picado e balões brancos soltos no meio do público. Para fechar a apresentação empolgante, novamente ao som de “Camarote”, o artista chamou a equipe do “Fantástico” para filmar o público — ele deu uma entrevista para o programa da Globo que vai ao ar na noite deste domingo (31/1). “Obrigado Brasilia e quem compareceu ao primeiro Garota White do ano”, postou em seu Snapchat. Não, Safadão. A gente que agradece. Vai, Safadão. Volta, Safadão. Até a próxima.

 

 

COMENTE

Wesley Safadão
comunicar erro à redação

Leia mais: Música