A Confissão de Palomino é o primeiro livro do jovem escritor Saullo Brenner, 19 anos. A estreia, porém, não é apenas do autor: a obra marca, também, a primeira ficção publicada pela Editora Metrópoles. O lançamento desse romance será na quinta-feira (02/05/2019), às 18h, na livraria Leitura do shopping Conjunto Nacional.

Estudante de jornalismo e integrante da equipe do Metrópoles, Saullo tem verdadeira paixão pela literatura – com especial apreço às histórias de terror de Stephen King. Sua trama aborda a luta de Daniel, um adolescente na cidade fictícia de Ulisses, para descobrir a verdade por trás de uma seita que caça seu melhor amigo, o personagem título da publicação.

Segundo o jovem escritor, a “missão” de produzir um romance de ficção é difícil e demanda algumas noites de sono perdidas, além de táticas para lidar com a ansiedade.

O projeto teve início em julho de 2015. Poucos meses depois, parou. O hiato se rompeu em janeiro de 2016. No mesmo ano, a primeira versão do texto ficou pronta. Então, ele apresentou o material ao publisher da Editora Metrópoles, Luiz Estevão de Oliveira, que acreditou no conteúdo e decidiu iniciar o processo de publicação.

“O empenho maior da Editora Metrópoles é divulgar as capacidades de nossa equipe além do ambiente da redação. O trabalho de ficção, completamente imaginado, não parece caber com o jornalismo, mas a escrita, em todas suas formas, é um processo de desenvolvimento contínuo, um crescimento que se reflete em qualquer área”, avalia Estevão.

 

Arte/Metrópoles

 

O editor também reforça a importância de publicar um autor iniciante. “Lançar um jovem escritor no mercado significa apresentar uma voz muito particular e nascente ao mundo, o que é bastante raro, pois o mercado prefere, em grande parte, a garantia de alguém que já se estabeleceu”, reforça.

Apesar de pertencer a uma geração conectada às redes sociais, Saullo fez questão de ver Confissão de Palomino em versão impressa. “O livro, circulando na internet, em formatos como e-book ou pdf, sempre dá uma estranheza, como se a gente pudesse alterar qualquer coisa a qualquer momento. O livro físico, publicado, não”, explica.

Lançamento A Confissão de Palomino
Dia 2 de maio (quinta-feira), às 18h, na livraria Leitura do Conjunto Nacional (Eixo Monumental – em frente à Rodoviária do Plano Piloto)