Vovô do tráfico é alvo de nova fase de operação da PCDF

Morador do Jardim Botânico e caseiro foram encaminhados à 1ª DP. Além de drogas, policiais encontraram R$ 9,5 mil com idoso de 76 anos

atualizado 28/08/2018 15:16

PCDF/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (28/8), o desdobramento da segunda fase da Operação Theya, que visa coibir a ação de traficantes de luxo. Uma grande quantidade de maconha foi apreendida. Os policiais também encontraram R$ 9,5 mil em espécie da residência de um morador do Jardim Botânico. Ele tem 76 anos.

De acordo com o delegado-chefe adjunto da 1ª DP (Asa Sul), João de Ataliba Nogueira, o neto do acusado já havia sido preso por tráfico na segunda fase da operação. No cumprimento ao mandado de busca e apreensão, os agentes localizaram a droga no quarto do idoso.

Porções do entorpecente também foram localizadas em uma casa nos fundos do lote. No quarto do caseiro, a policia encontrou o dinheiro. Ele também foi conduzido à delegacia, juntamente com o dono da casa, por suspeita de venda de entorpecentes.

“Na delegacia, eles foram indagados sobre a propriedade da droga. A investigação vai prosseguir para saber qual a origem e destinação da droga. Se o entorpecente estava vinculado aos caseiros ou se era do neto, o primeiro investigado”, esclarece o delegado.

O idoso foi autuado por posse de entorpecente para consumo pessoal e o caseiro por auxiliar ao uso de drogas, crime que vai de um a três anos de prisão. A 2ª fase da Operação Theya, deflagrada pela PCDF, ocorreu em 25 de maio. Na ocasião, foram cumpridos 31 mandados de busca e apreensão em 15 regiões administrativas do Distrito Federal.

Os investigados, em sua grande maioria, são jovens de 18 a 23 anos idade, de classe média alta e estudantes. Eles vendiam de drogas por meio de redes sociais com atuação em todo o Distrito Federal.

Últimas notícias