Covid: hospital acoplado de Samambaia será entregue nesta sexta-feira

Serão mais 102 leitos para enfrentamento à pandemia. Recursos vieram do comitê Todos Contra a Covid, de empresários e do Instituto BRB

atualizado 28/05/2021 8:05

HRSamJacqueline Lisboa/Metrópoles

As obras de ampliação do Hospital Regional de Samambaia (HrSam) serão entregues à população do Distrito Federal nesta sexta-feira (28/5). A finalização da construção foi anunciada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) nesta quinta-feira (27/5), em entrevista no Palácio do Buriti.

Neste momento, a extensão do HRSam servirá para atendimento às vítimas de Covid-19. Serão 102 leitos novos para o combate da pandemia.

A maior parte dos recursos para a construção do acoplado saiu do comitê Todos Contra a Covid, coordenado pelo vice-governador Paco Britto. Com a ajuda de empresários, ele conseguiu um montante superior a R$ 7 milhões para a construção do novo hospital. Outros R$ 3 milhões vieram do Instituto BRB.

Ceilândia foi a primeira cidade a ganhar um acoplado, que funciona com quase 80 leitos, ao lado do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). A extensão do HRC também aconteceu com recursos da iniciativa privada.

Em Ceilândia, a unidade também é usada para atender às vítimas da pandemia de coronavírus. Ao fim do período mais crítico, as instalações serão usadas como uma nova ala de clínica médica do HRC.

0

Mais lidas
Últimas notícias