Graças à temporada de chuvas, a Barragem do Rio Descoberto atingiu a capacidade máxima de 30 metros de altura e começou a transbordar na terça-feira (15/3). O reservatório é responsável por 60% do abastecimento de água do Distrito Federal e fornece recursos hídricos a Águas Claras, Ceilândia, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e II, Samambaia e Taguatinga.

De acordo com o gerente do centro de controle da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Ulisses Assis Pereira, o fato de a barragem verter garante mais conforto aos moradores: “O DF não passa por preocupações sobre disponibilidade de água”.

A altura mínima na barragem para garantir abastecimento suficiente à população é de 20 metros. No ano passado, mesmo com 101 dias de estiagem, o menor registro foi de 26,2 metros.

Segundo a Caesb, não há um período regular para que o reservatório comece a verter e depende da quantidade de chuva. No ano passado, a barragem só começou a derramar em abril e, em 2014, em janeiro.

Além do Rio Descoberto, Brasília é abastecida por outros dois reservatórios: de Santa Maria e do Torto. Os três correspondem a 87% do volume de água distribuído em todo o DF. O restante é de origem de poços cartesianos e barragens menores.