Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Dedinho nervoso? Saiba como não fazer feio no sexting

Para ser prazerosa, a prática, cada vez mais popular, requer alguns cuidados dos envolvidos. Confira nossas dicas

atualizado 15/06/2018 21:32

Istock

É fato: o sexting faz parte das nossas vidas e chegou para ficar. A prática – uma evolução do sexo virtual levada às telas de smartphones – foi difundida com a popularização dos serviços de mensagens instantâneas e ganhou um incentivo extra com o aparecimento de aplicativos de paquera, como Tinder, Grindr, Happn e outros.

Pergunte a um amigo (de preferência, um bastante sincero) se ele já fez sexting. As chances de a resposta ser positiva são grandes.

No entanto, como toda prática que envolve intimidade, é preciso observar algumas regrinhas para garantir uma experiência confortável e prazerosa para as partes envolvidas. Confira:

Comece devagar
O papo esquentou e você está louco para demonstrar todo o seu tesão pela pessoa? Calma! Antes de descrever em detalhes sórdidos todas as inserções e inversões planejadas, take your time, descubra o que a pessoa gosta ou não de “ouvir” e seus limites. Assim como uma relação sexual ao vivo e a cores, não comece pelo final!

Timing
A conversa está ficando quente, você sente, seu interlocutor sente. O sexting vai acontecer. Qual o próximo passo? Ter certeza que você tem tempo disponível e está em um local seguro para embarcar numa sessão de paixão e loucura.

Nada pior do que dividir a atenção entre a putaria e aquela importante reunião com o chefe, ou receber um nude no meio do almoço de família com sua vovó conservadora.

Além disso, delay exagerado nas respostas é a principal causa de coito virtual interrompido.

 

A política dos nudes
Se você vai enviar foto do seu equipamento para alguém, certifique-se de que a pessoa QUER VÊ-LO. Ou seja, nunca inicie uma conversa com tal tipo de material e só compartilhe imagens da sua gloriosa nudez com gente confiável (ainda assim, evite exibir partes do corpo que possam te identificar, como tatuagens). 

 

Boa gramática
Quando o tesão aumenta, o bom uso da língua portuguesa costuma ser uma das primeiras vítimas. Embora ainda não existam estudos para explicar esse estranho fenômeno, o fato é que incomoda.

Encare da seguinte forma: quando você está se preparando para um date e há a possibilidade de ficar pelado e trocar fluídos com outra pessoa, há um nível básico de higiene envolvido, certo? No sexting, não há esse recurso, então o uso da gramática é como você demonstra o seu asseamento. 

E não é questão de ser purista! Não é necessário se expressar como o professor Pasquale, mas quando você escreve de forma correta e usa a pontuação com propriedade, seu interlocutor entenderá melhor o que você está sentindo, desejando e, assim, terá mais condições de te corresponder! 

Em caso de dúvidas, use o bom senso!

Últimas notícias