Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Exclusivo. Ex-marido sobre suposto amante de Gugu: “Tava atrás do dinheiro”

"Hoje tenho ciência que ele me manipulava e mantinha num cárcere psicológico e só hoje consigo entender esse relacionamento abusivo", disse

atualizado 26/06/2020 20:05

Guilherme StangherlinReprodução/Instagram

Foi difícil, mas conseguimos convencer Guilherme Stangherlin, que vem a ser ex-marido de Thiago Salvático, a falar. Em entrevista exclusiva, nesta sexta-feira (26/06), o empresário revelou que foi casado por cinco anos com Thiago, que disse ser amante de Gugu.

“Eu tinha acesso ao celular dele, a gente dormia junto. Nunca vi o nome do Gugu, fotos do Gugu. Nada. Se ele teve algum investimento, ele foi muito manipulador. Hoje tenho ciência que ele me manipulava e mantinha num cárcere psicológico e só hoje consigo entender esse relacionamento abusivo que eu estava vivendo. Eu não reconheço esse Thiago que conheci em 2016, com esse que deu essa entrevista em fevereiro”, disse.

“Não sei aonde ele quer chegar com tudo isso. A minha família conhecia nossa relação, a família dele também. Fim do ano passado, ele esteve na casa dos meus pais, levou orquídea para minha mãe. E aí ele vem em rede nacional falar o que falou. Está claríssimo para mim que ele estava atrás do dinheiro do Gugu”, desabafou.

Confira a entrevista completa no vídeo:

 

Entenda o caso

Guilherme Stangherlin foi casado com o chef de cozinha Thiago Salvático, que era companheiro do apresentador Gugu Liberato. Conforme relatado por esta coluna há duas semanas, Salvático não quer dividir bens com o marido após a separação.

Por isso, Stangherlin contratou uma advogada com escritório em Santa Catarina, Jeziane Pereira, para representá-lo. O ex-marido de Salvático não aceita que sua história seja reescrita com mentiras.

0

Na ocasião, a advogada confirmou que seu cliente ingressou com uma ação de reconhecimento e dissolução com partilha de bens contra seu ex-companheiro Thiago.

“A união do casal perdurou por quase cinco anos, período esse que onerosamente o casal adquiriu bens móveis e imóveis. Portanto, não restou outra opção ao meu cliente a não ser ingressar judicialmente a fim de resolver essa questão. O término da união se deu no dia 23 de maio, quando meu cliente decidiu sair da casa do casal na Alemanha”, informou a advogada Jeziane Pereira na época.

Últimas notícias