Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Sabrina Pessoa, Marcella Freitas, Carina Benedetti e Luiz Maza

Como usar bolsas de palha e crochê nos looks de inverno

Os acessórios, que já foram sinônimos de férias de verão, fazem bonito também na estação fria. Marcas brasileiras se destacam no setor

atualizado 01/07/2022 17:57

Mulher branca, posando para foto na rua. Na imagem é possível apenas da sua cintura para baixo. Ela usa um vestido preto, um tênis preto e uma bolsa estilo cesto de palha bege.Christian Vierig/Getty Images

A valorização do artesanal parece ser uma tendência que veio para ficar. As bolsas de palha e de crochê, que saíram da praia e ganharam as cidades, são provas disso. Hoje, a coluna traz dicas para usar o acessório também nos looks invernais.

Vem conferir!

Giphy/Getty Images/Reprodução

Por muito tempo, a moda associava o inverno a uma paleta de cores sóbrias. Mas, usar e abusar do preto, verde militar e bordô pode ficar entediante, certo? Nesse cenário, os acessórios são aliados contra o tédio

Apostar em materiais como o couro é ótimo para quem não quer se arriscar. Porém, sair da zona de conforto é a pedida da estação para brincar com a moda.

A dica para este inverno é apostar no manual, em especial nas texturas. A palha e o crochê, que são “a cara” do artesanato brasileiro, ganham um ar elegante se combinados a peças de alfaiataria, como calças e blazers. 

Mulher negra e jovem posando para foto nas ruas da cidade de Copenhagem, na Dinamarca. Ela tem os cabelos trançados e usa uma calça folgada amarela, uma blusa de oncinha, uma jaqueta azul de couro com franjas e uma bolsa de crochê rosa.
Na Europa, os acessórios artesanais dominaram o street style, mesmo durante o inverno

 

Mulher branca, jovem e com cabelos lisos andando na rua. Ela usa uma blusa branca de manga bufante, um vestido de couro marrom curto, sandálias de bico fino e uma bolsa de palha em tamanho grande.
O segredo para deixar o artesanato chique é apostar em roupas mais clássicas

 

Mulher negra, jovem e com cabelos longos e trançados posando para foto na rua. Ela usa um casaco de crochê verde, uma saia estampada rosa, roxa e verde e uma bolsa de crochê azul.
O céu é o limite no quesito cores! Tons vibrantes combinam bem com acessórios artesanais

 

Mulher branca e jovem, com cabelos castanhos lisos e curtos, andando pela rua. Ela usa um vestido branco longo e com mangas bufantes, um chápeu de crochê verde, uma bolsa de palha amarela e tênis esportivos, também brancos.
Para ficar ainda mais estiloso, a dica é o mix de artesanal: chapéu de crochê + bolsa estilo cesta

 

Mulher e homem, ambos jovens, brancos e com cabelos castanhos lisos, andando pela rua durante a Semana de Moda de Paris, na França. Ele usa uma camiseta cinza, calça bege e camisa de botão aberta por cima na cor verde militar. A mulher veste uma camiseta branca, um conjunto de blazer e calça bege, óculos escuros de lentes marrons e uma bolsa de palha.
Quem disse que a bolsa de palha não cai bem no office look? Com calça e blazer de alfaiataria, o acessório traz a bossa necessária à produção

 

Mulher branca e jovem, com cabelos castanhos lisos amarrados, posando para foto na rua. Ela usa uma calça e um tênis, ambos brancos, e um casaco de listras preto e branco. Segura uma bolsa de palha grande e usa também um boné preto.
A bolsa de palha gigante da marca Loewe popularizou o acessório entre as fashionistas da Europa
Para aderir

Destaque para duas etiquetas cearenses: Catarina Mina e AM Brazil. A primeira é referência na questão da sustentabilidade, uma vez que foi a primeira marca a abrir os custos e as informações sobre a produção para os clientes. Bolsas de palha e de crochê são os carros chefe. 

Já a AM Brazil percebeu interesse do mercado externo por produtos brasileiros e começou a exportar. Em seguida, a etiqueta fez o caminho inverso e lançou um e-commerce com suas bolsas e itens de design feitos da palha de carnaúba. 

Mulher jovem, branca e com cabelos cacheados longos posando para foto em um fundo branco. Ela veste uma blusa de manga longa bege e segura uma bolsa estilo cesto, de palha, com listras beges e verdes.
A marca Catarina Mina foi fundada há 15 anos pela cearense Celina Hissa

 

Mulher jovem, morena e com cabelos ondulados longos posando para foto. Ela veste uma blusa de manga longa laranja e segura uma bolsade crochê bege com calça de madeira, no formato retandular.
A etiqueta se destaca pelo mix de materiais, usando de crochê e palha até madeira e acetato

 

Mulher jovem, morena e com cabelos castanhos amarrados em um rabo posando para foto. Ela veste uma camiseta, blazer preto e uma calça branca. Ela segura uma bolsa de palha com um tecido marrom e um pingente vermelho.
A cearense Amanda Medrado fundou a AM Brazil em 2019 com uma linha de acessórios e outra de decoração

 

Mulher jovem, morena e com cabelos castanhos ondulados posando para foto. Ela usa um vestido branca de alcinha e segura uma bolsa de palha laranja com um pingente azul.
Palha de carnaúba, crochê e búzios são os materiais usados pela etiqueta

Fora do Brasil, uma marca que tornou os acessórios artesanais uma febre foi a Loewe. Porém, para incorporar os itens aos looks, nada melhor do que eleger etiquetas brasileiras, certo? Além das etiquetas citadas acima, também é possível encontrar bolsas de palha e crochê em feiras e mercados locais. 

 

Colaborou Carina Benedetti

Mais lidas
Últimas notícias